Avançar para conteúdo

Tudo para WordPress

Plugins, Temas, dicas de WordPress e muito mais para você que busca informação sobre este excelente CMS!

  • Twitter
  • Facebook
  • Google+
  • RSS
Entenda com funciona Assine nosso RSS

Configurações adicionais no wp-config.php

Publicado em 16/02/2010 às 14h24 por Cau

O wp-config.php é o arquivo de configuração do WordPress, onde definimos basicamente as informações de conexão com o banco de dados e algumas outras coisinhas. Vamos mostrar que há muita coisa útil para o seu site que pode ser definida aqui.

A princípio, o arquivo original ‘wp-config-sample.php’ contém apenas algumas constantes que precisamos ou podemos definir.

As que precisamos definir são apenas as da conexão com o MySQL (DB_* – especificamente NAME, USER e PASSWORD), a variável $table_prefix, se há mais de um WP usando o mesmo banco de dados e a constante WPLANG, que define a linguagem do site. Ainda há por padrão as chaves de encriptação, mas o WP vai funcionar se você não alterar o valor padrão e é o que acaba acontecendo na maior parte das vezes. Mas, naturalmente, isso não é indicado por óbvias razões de segurança. O fato é que além dessas, há outras! e bastante úteis.

Todas devem der definidas com a função define, assim: define('NOME_DA_CONSTANTE', 'valor da constante'); e devem ser colocados no final, antes de "/* Isto é tudo, pode parar de editar! :) */

Tradução

Em par com a WPLANG, podemos definir um local diferente do padrão (wp-contents/languages) para colocar nosso arquivo de tradução, bastando definir a constante LANGDIR com o caminho para o novo diretório.

Otimização

Os valores retornados por

podem ser definidos no wp-config como (na mesma sequência)

Evitamos assim chamadas constantes ao banco – se esses valores já estão definidos, o WP não executa as queries necessárias para resgatá-los. Isso pode melhorar um pouco o desempenho do site.

As tabelas do MySQL às vezes precisam ser reparadas para recuperarmos o desempenho máximo possível. Isso pode ser feito diretamente no prompt do MySQL ou através do PhpMyAdmin, mas o WordPress pode fazer isso automaticamente, basta autorizar isso com a constante WP_ALLOW_REPAIR, com o valor boleano true.

Posts

Podemos também definir o tempo que um post permanece na Lixeira antes de ser eliminado. O padrão é 30 dias, mas podemos aumentar ou diminuir este prazo, definindo a constante EMPTY_TRASH_DAYS.

A funcionalidade de revisão de posts pode ser um problema pois aumenta o tamanho do banco exponencialmente. A constante WP_POST_REVISIONS existe para definir esse comportamento.

Personalização

A funcionalidade auto save na página de edição de posts pode ser configurada. Podemos definir o intervalo de tempo entre os salvamentos automáticos (em segundos):

Você pode optar por mudar os diretórios wp-contents e wp-contents/plugins de lugar (não imagino um porquê para isso, mas…) bas definir as seguintes constantes:

Debug

Há algumas opções para debugar o sistema, todas aceitando valores boleanos apenas.

E ainda há mais algumas (veja aqui), mas acredito que o que foi dito já aumenta incrivelmente as possibilidades do wp-config.php.

8 pessoas comentaram o artigo

  • jontaioba comentou em 19 de fevereiro de 2010.

    Muito boas as dicas… vou começar a aplicar agora mesmo!
    Só tenho uma dúvida quanto à chave de encriptação.
    Eu posso definir qualquer chave? Como eu habilito a encriptação?
    Outra coisa que ví no meu config.php é:
    define('AUTH_KEY', 'coloque sua frase única aqui');
    define('SECURE_AUTH_KEY', 'coloque sua frase única aqui');
    define('LOGGED_IN_KEY', 'coloque sua frase única aqui');
    define('NONCE_KEY', 'coloque sua frase única aqui');
    é neste ponto que faço minhas alterações para encriptação? Para que serve estas Key's?
    Desde já agradeço pela ajuda! =)

    Responder esse usuário
  • Cau comentou em 19 de fevereiro de 2010.

    @jontaioba: essas chaves de encriptação serão usadas em diversos lugares e não há o que habilitar. Mas como o sistema usa essas strings como chaves para encriptação e como  todos conhecem a string original 'coloque sua frase única aqui', teoricamente fica mais fácil de quebrar a segurança se você não mudar. Use o serviço que é sugerido no próprio wp-config para gerar chaves aleatórias: http://api.wordpress.org/secret-key/1.1/

    Responder esse usuário
  • jontaioba comentou em 19 de fevereiro de 2010.

    Entendi!
    Vlw pela dica kra, ótimo post!
    ;)

    Responder esse usuário
  • Diego comentou em 11 de março de 2010.

    Bom dia,
    Eu quero saber se vc conhece algum meio de instalar um plugin e ele nao aparecer na lista de plugins no painel administrativo??
    Estou querendo isso porque achei um plugin para desabilitar as atualizacoes do wordpress e de seus plugins.
    Porem o usuario nao pode ir la e ativar, porque o os plugins foram traduzidos ou seja, os plugins  atualizados ficarão em inglês.
    Desde já agradeço.
     

    Responder esse usuário
    • Guga Alves comentou em 11 de março de 2010.

      Diego,

      Os usuários registrados em seu blog não poderão desativar os plugins a menos que você os transforme em “Administrador” do blog.. olhe em suas configurações qual nível de usuário vc está automaticamente registrando seus usuários, ok ?

      Abraços

      Responder esse usuário
  • Welson Elias comentou em 25 de novembro de 2010.

    Pessoal eu gostaria de saber se tem possibilidades de alterar os diretórios do wordpress, tipo assim, onde estão wp-admin, wp-content, será que tem como eu alterar para outro nome tipo wp-admin para adm e wp-content para site algo assim, por que o pessoal ja sabem os caminhos dos diretórios, será que alguém pode me orientar como fazer isso, ou se tem algum plugin que faça isso, por que na maioria dos portais ninnguém sabe onde ficam a área administrativa, fico no aguardo isso é o que eu mais quero pra fugir dos invejosos, valeu galera….

    Responder esse usuário

Participe e deixe o seu comentário!

Procurando Temas?

Acesse o arquivo de Temas WordPress