Freemium

O que é o Freemium?

O Freemium é um modelo de negócios baseado na Internet no qual os serviços básicos são fornecidos gratuitamente, mas recursos premium adicionais (normalmente os melhores recursos) são fornecidos em versões pagas. A estratégia freemium é diferente da premium com estratégia de amostras grátis, pois você não paga nada para utilizar os serviços gratuitos fornecidos no modelo de negócios freemium.

A palavra freemium é uma junção das palavras free e premium e a estratégia é bastante popular entre os principais players do www. Até os líderes de mercado como LinkedIn, Tinder, Youtube, jogos famosos como Candy Crush etc. usam um modelo freemium para aumentar sua base de usuários e gerar mais receita implementando estratégias de micro-pagamentos.

Como o modelo de negócios Freemium funciona?

“De graça pode significar muitas coisas, e esse significado mudou ao longo dos anos. Isso levanta suspeitas, mas tem o poder de chamar a atenção como quase nada mais. Quase nunca é tão simples quanto parece, mas é a transação mais natural de todas. ”

Chris Anderson em seu livro Free, O futuro do preço radical

O modelo de negócios Freemium foi criado pela indústria de software nos anos 80 como uma estratégia de tempo limitado ou de recursos limitados, comumente conhecida como estratégia shareware, em que uma versão gratuita (limitada) do produto foi disponibilizada a todos, na esperança de que alguns os usuários atualizarão para a melhor versão premium. O modelo de negócios foi elaborado de forma a atrair o maior número possível de clientes em potencial para experimentar o produto gratuitamente e converter em membros premium depois de pagar uma certa taxa de assinatura. O recente advento das compras no aplicativo no iOS e no Google Play atualizou a estratégia do shareware e a chamou de freemium, caracterizada por software / jogo / aplicativo gratuito, mas com recursos adicionais pagos.

O modelo freemium capitaliza o paradoxo de que é facil e convidativo adquirir algo por um preço zero. No entanto, as pessoas não valorizam as coisas que recebem de graça. Portanto, para que as pessoas valorizem o produto, elas devem pagar algo por isso. Isso deu origem à característica dos serviços freemium – micro-pagamentos. Um micro-pagamento é uma quantia muito pequena que você paga para comprar serviços específicos fornecidos no modelo de negócios freemium.

Psicologia do Freemium

Os desenvolvedores do Freemium agem em um modelo baseado em encantamento e sedução, dá até pra comparar com tráfico e outros segmentos não tão ortodoxos e legais por aí, mas sem ter nada ilegal de fato. Eles oferecem os serviços básicos de graça e cobram quando você pede mais. O modelo de negócios se baseia em quatro pilares:

1 – Efeito de rede, viralização

Distribuir o serviço gratuitamente é a melhor maneira de obter mais clientes e, mesmo que a maioria deles não esteja no nível premium, eles agem como um ímã para atrair mais clientes premium em potencial.

O modelo de negócios Freemium depende enormemente de um fenômeno comercial conhecido como efeito de rede. O efeito de rede afirma que um bem ou serviço se torna mais valioso quando mais pessoas o usam. Precisamente, quanto maior o uso do produto ou serviço, maior é o seu valor. O Tinder não seria uma plataforma revolucionária de namoro se não tivesse muitos perfis que você pode deslizar para a direita ou esquerda.

2 – Engajamento

O modelo de negócios freemium também deu origem a um novo conceito conhecido como Engajamento Newtoniano. O nome refere-se à primeira lei do movimento de Isaac Newton e afirma essencialmente que “um jogador engajado no serviço freemium permanecerá engajado até ser acionado por uma força externa”.

O engajamento é o principal acelerador dos serviços freemium, geralmente jogos. Existem certas técnicas e estratégias usadas pelos desenvolvedores para mantê-lo envolvido durante o uso do serviço, além de não usá-lo. Uma dessas técnicas é a vida limitada que você recebe dentro do jogo. Jogos como Candy Crush mantêm você envolvido, mesmo quando não está jogando, fazendo com que você espere a vida se regenerar. Esses aplicativos também usam micro-gatilhos para você continuar usando o aplicativo. Já plugins/temas WordPress baseado neste modelo tentam te seduzir pela facilidade de uso e fornecendo funcionalidades não encontradas facilmente em qualquer lugar, com outros elementos muito úteis e que resolverão necessidades com poucos cliques serão fornecidos apenas na versão paga
 
Esse pilar acaba sendo um gatilho para o próximo pilar do modelo de negócios freemium – micro-pagamentos.

3 – Micro-pagamentos / Pagamentos

O Freemium não envolve cobranças pelos serviços básicos que você recebe, mas envolve cobranças pelos complementos/funcionalidades premium. O preço desses complementos normalmente é baixo e você, uma vez envolvido ou viciado no aplicativo / jogo / software, não se importa de pagar por eles inicialmente. Essas taxas de serviço nominais são chamadas micro-pagamentos. Você paga para comprar vários serviços dentro do aplicativo, que vão desde comprar uma vida extra em um jogo até obter um recurso premium em um aplicativo de namoro.

No mercado WordPress, pense em um plugin Page Builder que forneça uma pequena quantidade de templates pré-prontos para que você só os edite, mas uma enorme variedade no modelo pago (esse modelo já não é tão micro por conta do valor envolvido, mas o mesmo principio se aplica).

4 – Pagamentos recorrentes

As pessoas que usam serviços freemium nunca reservam um orçamento para o mesmo e, como os complementos premium custam relativamente barato para o benefício que oferecem, eles se sentem compelidos a se manter utilizando eles (se forem realmente bons para suas intenções). Mas é isso que acontece com os serviços freemium, eles fazem com que você pague outra vez, o que equivale a mais do que a quantia que você pagaria pelo serviço se fosse premium.

O que é freemium e o que não é?

Muitos serviços premium com amostras grátis são geralmente considerados como tendo um modelo de negócios freemium, o que não é correto. Uma característica do modelo de negócios freemium é que a maioria dos usuários não paga pelo serviço e apenas algumas pessoas contribuem para a maior parte da receita da empresa. De acordo com Chris Anderson:

“Um site online típico segue a regra dos 5% – 5% dos usuários suportam todo o resto. No modelo freemium, isso significa que para todos os usuários que pagam pela versão premium do site, outros dezenove recebem a versão básica gratuita. A razão pela qual isso funciona é o custo de manutenção dos dezenove gratuitos é perto o suficiente de zero para não lhe custar (quase) nada.

Utilizando o Freemium como seu modelo de negócios

O modelo freemium é provavelmente a melhor coisa que já aconteceu na Internet. O modelo, se usado de maneira justificável, beneficia os usuários e os desenvolvedores, pois os usuários obtêm uma razão legítima para pagar pelo complemento premium e os desenvolvedores obtêm a vantagem de melhores estratégias de marketing e receita. Optar pelo freemium como seu modelo de negócios tem muitas vantagens, mas também traz muitos desafios que você precisará superar se quiser ter sucesso com seu empreendimento. Vejamos algumas vantagens do modelo de negócios Freemium:

Adquira clientes de forma mais fácil

Uma das maneiras mais fáceis de obter mais clientes é fornecer o serviço gratuitamente. Todo mundo faz isso! Eles até encontraram uma maneira de ganhar dinheiro com isso. O YouTube fornece serviço gratuito, mas monetiza seus vídeos com anúncios e oferece o Youtube Premium, o Spotify faz o mesmo e a versão paga remove uma limitação que chega a incomodar muitos: anúncios e playlists apenas na ordem aleatória.

Aumento do valor da marca

Se seus usuários amarem seu produto (gratuito), você verá um aumento no valor da sua marca que, por sua vez, levará a mais lucros.

Melhor que Premium

Os modelos de negócios Freemium geralmente têm uma vantagem sobre os modelos de negócios premium, pois nenhum usuário deseja pagar antecipadamente pelo serviço que ainda não experimentou. Além disso, o modelo freemium, se escolhido para serviços virais, não apenas gera mais receita, mas também gera melhor valor da marca.

Desafios do modelo de negócios Freemium

Requer crescimento viral

Um modelo de negócios freemium é adequado apenas para produtos e serviços com chance de se tornarem virais. Portanto, não é recomendável optar por um modelo de negócios freemium se você estiver fornecendo serviços B2B.

Deve ser envolvente

O engajamento e o vício mantêm o modelo de negócios freemium em execução. É importante que os usuários retornem para convencê-los a comprar o serviço premium.

Lucros apenas a médio/longo prazo

Diferentemente dos modelos premium ou de assinatura, os modelos de negócios freemium levam mais tempo para gerar lucro pois tem todo um período de uso gratuito até sentir a necessidade das funcionalidades pagas.

Como criar um serviço Freemium baseado em WordPress

Existem várias maneiras. Se você quer criar um serviço SaaS (Software as a Service), existem modelos consagrados como o WordPres.com, onde um usuário pode criar um site gratuito mas precisa assinar um plano pago para ter mais temas e funcionalidades disponíveis, ou para utilizar um domínio próprio.

Se você pensa em criar um plugin de WordPress neste formato, recomendamos utilizar o Freemius.com, serviço que lhe explica como criar um plugin freemium (gratuito mas com funcionalidades disponíveis apenas mediante pagamento), além de gerenciar licenças e permissões de uso por seus compradores.

Nota: Este artigo é uma tradução livre do artigo “Freemium Business Model” publicado originalmente no feedough.com e adaptado com dicas adicionais do autor deste site.